Atenção: Os recados aqui publicados são de total responsabilidade de seus autores e poderão ser excluídos se conterem caráter pejorativo, ameaças ou ofensas aos visitantes também que tenham finalidade comercial ou não se enquadrem no contexto do portal.

Telefone Úteis

Horários de vans e ônibus

Portal do Guia, Seu Portal de Notícias e entreterimentos

Cabeçalho do site Portal do Guia aqui você vai encontrar sua logo e alguns de nossos anunciantes

Melhor portal de noticias do Maranhã e Tocantins



Carrega corpo da mulher às costas durante 10 km Homem não tinha dinheiro para pagar transporte do hospital para casa.

Homem não tinha dinheiro para pagar transporte do hospital para casa.

Fonte: correiodamanha

A última homenagem que Dana Manjhi prestou à mulher, Amang Dei, está a comover o mundo. O homem carregou o corpo da mulher durante 10 quilómetros depois da morte desta, uma vez que não tinha dinheiro para pagar o transporte do cadáver do hospital para a aldeia onde o casal vivia. No caminho, foi sempre acompanhado pela filha, de 12 anos, que chorou a morte da mãe durante todo o percurso. Amang Dei, de 42 anos, morreu de tuberculose num hospital na região de Odisha, a 60 quilómetros de onde a indiana morava com o marido e a filha. Sem dinheiro para suportar os custos do transporte do corpo de Amang, Dana enrolou o cadáver num lençol e pôs-se a caminho de casa, sob um sol abrasador.

Ao fim de 10 quilómetros, quando faltavam ainda cerca de 50 para chegar ao destino, o homem foi interpelado por um jornalista local. "Estou a levar o corpo da minha mulher de volta para casa, porque sou pobre e não consigo pagar para um carro a trazer. Contei o mesmo aos responsáveis do hospital, que disseram que não me podiam ajudar", afirmou ao jornalista Ajit Singh, que gravou o momento.

Vários locais ouviram também a história e puseram mãos à obra, disponibilizando em pouco tempo um veículo para que Dana Manjhi pudesse levar o corpo da mulher para casa e proceder às cerimónias fúnebres. O Governo indiano deveria ter cedido um veículo para o transporte do corpo, relata a CNN, no entanto tal não aconteceu. Contactados pelo canal de televisão, os responsáveis do hospital garantem que não negaram transporte e que nem sequer tinham conhecimento de quando Dana Manjhi tinha levantado o corpo da mulher. No entanto, já foi levantado um processo interno no hospital para apurar o que realmente aconteceu para não ser disponibilizado transporte para o corpo da mulher.


  • GUIA COMERCIAL

    Aqui você encontra as
    melhores empresas

  • Publicidade



Nóticias do mundo e promoções

  • Mural de recados

    Mural de recados Escrever recados
    • De:

      Cidade:

    • De: Aldo

      Cidade: Maria Vicente

      Bom dia amanha bem está indo o vereador ok

    • De: Adinaldo

      Cidade: galera do vascão

      ola pessoal o vasco vai conseguir uma façanha que jamais outro time profissional conseguiu voltar a segundona pela 2º vez

    • De: Adinaldo

      Cidade: Helismar (vereador)

      Boa tarde vereador manda as cópias dos requerimentos, ou seja as matérias de sua autoria aprovada no mês de junho, para publicar no site.

    • De: Comunik

      Cidade: A quem interessar

      A empresa comunik atuando a mais de 10 anos no segmento de comunicação visual na cidade de Estreito, vem comunicar a todos os interessados profissional liberal, prestador de serviços, empresas,etc... que no mês de julho está com grandes promoções tan

Publicidade